Você tem alguma dúvida? contato@psicologiaanimal.com.br

Comportamento dos gatos: entenda o que eles querem dizer

Comportamento dos gatos: entenda o que eles querem dizer
22/04/2019 admin

Além de serem muito encantadores, os gatos são seres independentes, carinhosos e inteligentes. Quem tem gato em casa, sabe que os felinos têm alguns tipos de comportamento que muitas vezes não são identificados pelos próprios tutores, tais como o miado mais longo que o habitual ou com uma entonação diferente, quando balança o rabo incessantemente, quando vê um inseto e emite um som diferente ou até mesmo quando exibe um olhar assustado. O comportamento dos gatos sempre significam alguma coisa e é muito importante estar atento a todos esses detalhes para saber o que ele está tentando te dizer.
Para entender mais sobre o comportamento dos gatos, acompanhe a leitura e conheça um pouco mais sobre esses e outros hábitos do seu bichano. Vamos lá?

Quando ele emite sons diferentes ou de forma exagerada

A forma que os gatos se comunicam é muito interessante, tanto com outros animais como com as pessoas de forma geral, seja para ganhar comida, para brincar ou até mesmo para reclamar de alguma coisa. Os miados variam de acordo com a personalidade e com o estado de ânimo dele. Se forem mais suaves e curtos, provavelmente é porque ele está te cumprimentando. Já os miados mais altos e curtos, ocorrem quando ele está pedindo comida, por exemplo. Quando ele estiver sentindo dor, o tutor irá notar com mais clareza se tocar na parte afetada. Por isso, fique sempre atento ao comportamento dele. Geralmente, miados mais longos e mais altos são direcionados a outros gatos, o que também pode indicar que o gata está no cio.
Há muitos significados diferentes quanto à emissão do som dos felinos, basta observar o comportamento dele para identificar com mais facilidade. O formato do olho e a posição das orelhas também indicam se ele está neutro, feliz, triste, bravo, irritado ou agressivo com algum fato. Por isso, verifique sempre a expressão do seu gato para entender como ele lida com as diferentes situações.  

Quando ele lambe roupas ou o tutor

Muitos tutores podem considerar o ato de lamber e sugar roupas um pouco estranho. Alguns felinos também podem lamber o nariz, o pescoço e até mesmo os dedos do tutor. Geralmente esses hábitos são acompanhados por ronronados e por movimentos das patas, como se estivesse amaciando. Se o felino foi separado da mãe muito cedo, pode ser um dos motivos para que ele esteja se comportando dessa forma. O ideal é que o gato fique com a mãe entre o período de seis e onze semanas de vida para que ele vá tendo um desenvolvimento adequado com o passar do tempo e para que não continue mantendo o comportamento de quando ainda era filhote. O ato de lamber também pode ser a forma que o felino encontrou para demonstrar todo o seu carinho e proteção pelo tutor. Além disso, pode ser que ele esteja ansioso, entediado ou estressado. Se ele estiver sugando ou lambendo mais do que habitual ou estiver apresentando algum comportamento suspeito, consulte o Médico Veterinário. Cuide do bem estar do seu felino.

O hábito de entrar e dormir em caixas

Pode ser uma caixa de papelão grande ou pequena, não importa. Eles adoram. Os tutores sempre se divertem quando veem o felino tentando se encaixar em um espaço muito pequeno. Os gatos têm esse tipo de comportamento por alguns motivos. Além de ser uma novidade para eles, muitos adoram arranhar e até mesmo usá-la como esconderijo. Gatos gostam do conforto e da segurança de espaços fechados. Quando estão em situações de ansiedade, estresse ou mudança de ambiente, eles podem procurar uma caixa – ou algum compartimento fechado – para se sentirem bem. Alguns acabam despedaçando toda a caixa, o que é normal, já que utilizam a arranhadura para deixar o “seu cheiro” nos objetos e territórios.

Quando ele se esfrega na perna dos tutores ou em objetos

Este é um dos comportamentos dos gatos considerado muito comum. Os felinos têm o hábito de se esfregarem na perna dos tutores, das visitas que sempre frequentam a casa que ele vive e em objetos. Geralmente, as pessoas tendem a achar que é uma demonstração de carinho, quando na verdade eles fazem isso para deixar o cheiro no tutor assim como fazem nos ambientes, para marcar território. Os gatos têm a necessidade de fazer isso, pois assim criam uma troca de odores, criando um cheiro comum e familiar entre todos da família. Mas calma, se ele faz isso é porque se sente protegido e confia em você.

Quando ele balança o rabo

Os gatos balançam o rabo por vários motivos. Ele pode estar se sentindo feliz, confiante, deprimido, curioso, assustado, ansioso, inquieto, raivoso, entre outros. Geralmente, quando os gatos se sentem felizes e confiantes, o rabo fica ereto realizando movimentos sutis. Já quando estão assustados, ficam com o rabo para cima e com os pelos arrepiados. Caso o rabo do seu felino esteja para baixo, pode ser que ele não esteja se sentindo muito bem. Preste atenção no comportamento dele. Se persistir, pode ser que ele esteja doente. Não hesite e consulte o Médico Veterinário se você perceber que ele está se comportando de forma não habitual.
 
Por que os gatos ficam se lambendo?

Quando ele fica se lambendo por muito tempo

Além de fazerem isso para eliminar a sujeira acumulada no pelo, os felinos também fazem isso como demonstração de carinho. Ao nascerem, os filhotes têm a mãe ao lado  para mantê-los limpos, lambendo-os de forma contínua. Quando completam três semanas de vida, começam a se higienizar sozinhos. Por esse motivo, os gatos têm este hábito para reforçar o vínculo, tanto com ele mesmo como com outros gatos. Outro motivo é o estresse ou ansiedade. Se você acredita que o motivo possa ser esse, não se esqueça de consultar o Médico Veterinário para que ele indique a melhor forma de solucionar este problema.
Agora que você conheceu um pouco mais sobre o comportamento dos gatos, fica mais fácil entender o que eles estão querendo dizer, não é mesmo? Se notou algo diferente no seu bichano, procure o Médico Veterinário imediatamente.
Nosso conteúdo foi importante para você? Fique de olho nas dicas que preparamos sobre comportamento e bem estar de cães e gatos em nosso blog!

7 Comentários

  1. Andréia Borges 2 anos atrás

    Estou desesperada. Minha gata mudou o comportamento radicalmente, da noite pro dia. Ela tem 3 anos e meio, é castrada e foi filha unica até dois meses atrás. Mas, adotei outro gatinho e ela não aceita ele. Usei talco, baunilha, tudo…..mas, o mais difícil é que ela passou a odiar a mim e meu marido. Rosna, morde, não pode nem olhar pra ela! Era carinhosa, dormia com a gente, brincava! E só faz pouco mais de um mês! Todos os dias tento chegar perto, pra fazer carinho, mas ela não deixa e fica agressiva. Se alguém puder me ajudar, agradeço!

    • Psicologia Animal 2 anos atrás

      Boa tarde Andréia,
      Compreendemos a sua situação, bem complicada. Vc reside em qual cidade e bairro? EQUIPE INSPA

  2. Maria Aparecida 2 anos atrás

    Artigo muito interessante, ajuda-nos a conhecer e melhor lidar com nossos peludinhos. Amei

  3. Célia Ferreira do carmo 2 anos atrás

    Um conhecido tem uma gata que foi de rua, ele castrou e ficou com ela. Sempre que faz compras de supermercado, ele coloca as sacolas em cima da mesa. Mais tarde ele vai dormir. E pela manhã ele vê as sacolas no pé da cama .uma a uma.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá!
Como podemos te ajudar?