Você tem alguma dúvida? contato@psicologiaanimal.com.br

Curiosidades sobre o comportamento dos cães na hora de comer

Curiosidades sobre o comportamento dos cães na hora de comer
24/03/2021 admin

O momento da alimentação dos cães pode parecer, à primeira vista, um momento simples, comum, intrínseco ao dia a dia do animal. Mas ele é muito mais do que isso. A hora da alimentação dos cachorros envolve elementos e rituais que estão relacionados, diretamente, ao conceito de vida social e de organização da espécie, desde tempos remotos. 
Compreender o comportamento e a comunicação canina na hora de comer é fundamental para que tutores e profissionais de saúde e cuidado animal possam estabelecer relações mais saudáveis e respeitosas, além de garantir que a alimentação seja, de fato, nutritiva e equilibrada tanto nos aspectos físico e biológico, como nos emocionais dos seres não humanos. Para entender como acontece o comportamento de cães e as curiosidades quando se alimentam, siga a leitura! 

Comida e organização dos cães

A alimentação dos cães é cercada por rituais que remontam de muitos anos e que estão relacionados à organização do grupo. Assim, há o cão que é o primeiro a se alimentar e os demais que aguardam pacientemente a sua vez de comer. Dito isso, percebe-se que o controle da comida é um valor social entre os cachorros. Esse acesso ao alimento faz parte de um ritual e requer uma comunicação bem desenvolvida entre os cães. 

Petiscos e a relação com o tutor 

Quando o cão e as pessoas convivem no mesmo ambiente, estas, geralmente, ignoram os fatores que envolvem o comportamento e a comunicação canina no ritual da alimentação e é aí que começam alguns erros. O primeiro deles, e o mais comum, é o hábito do tutor oferecer petiscos para ganhar a afeição do filhote. A relação entre ambos se reduz a trocas por comida, o que permite ao tutor utilizar o alimento como forma de se desculpar por seus erros – por estar ausente, por não ter tempo para passear ou brincar com o cão. 

Dividir a comida com o cão 

O ato de convidar o cachorro para compartilhar o alimento é, ao mesmo tempo, um gesto de estima social e também uma maneira de ganhar o coração do animal. Porém, em alguns casos, pode dar origem às alterações comportamentais, que são aquelas que tornam o animal incômodo e inadequado para o convívio familiar. O ato também altera as preferências alimentares e prejudica a saúde do cão. O hábito pode levar a desequilíbrios nutricionais, porque não está sendo considerada a quantidade necessária de cada nutriente. E, o mais grave, pode provocar desnutrição por falta de acesso aos alimentos com valor nutritivo real e também a obesidade.

Rotina na hora da refeição dos cães

É importante lembrar que a hora da refeição é um dos momentos favoritos do cão. Por isso, é essencial estabelecer uma rotina desde cedo, ainda filhote, pois isso evitará comportamentos indesejados como, por exemplo, o fato do cão ficar pedindo comida a todo tempo ou então a questão do animal desenvolver um apetite muito seletivo. 
Para estabelecer a rotina alimentar:

  • forneça ao filhote três ou quatro refeições diárias de um alimento de alta digestibilidade;
  • escolha um local calmo e tranquilo e sempre o alimente nesse lugar, em sua própria tigela, em horários fixos do dia, para que o filhote comece a aprender o que significa a “hora da refeição”;
  • deixe o alimento disponível no lugar por 15 a 20 minutos – tempo que cães costumam levar para comer uma refeição;
  • assim que ele se afastar da tigela, remova qualquer alimento não consumido (exatamente como os seres humanos, os cães podem apreciar determinadas refeições em detrimento de outras);
  • recolha o alimento no final da refeição – isso o ajuda a aprender que a comida só estará disponível durante horários fixos e também evita o desenvolvimento de comportamentos alimentares exigentes;
  • supervisione a alimentação e sempre garanta o fornecimento de água fresca à vontade.

Nossas informações sobre o momento da alimentação dos cães foram úteis para você? Para mais dicas e curiosidades, acesse o blog do Psicologia Animal. Nosso objetivo é abordar sobre o comportamento animal melhorando assim a convivência entre os seres.

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá!
Como podemos te ajudar?