Você tem alguma dúvida? contato@psicologiaanimal.com.br

Etologia: mercado crescente no estudo do comportamento animal

Etologia: mercado crescente no estudo do comportamento animal
03/04/2019 admin

Estudar os hábitos e costumes dos animais é uma forma de compreendê-los melhor e também de melhorar a convivência e as relações entre bicho humano e bicho-bicho. A Etologia trata, justamente, desse olhar mais apurado e próximo do comportamento animal. O estudo vem ganhando mais visibilidade e o mercado no qual pode ser aplicado vem se mostrando crescente.
A área vem despertando cada vez mais o interesse de Médicos(as) Veterinários(as) e de pessoas que lidam diretamente com animais domésticos, como profissionais de banho e tosa, que tem a intenção de oferecer um atendimento mais específico, respeitoso e gentil em seus consultórios ou pet shops. Para entender um pouco mais sobre o que é a Etologia e como ela pode ser aplicada no dia a dia dos cuidados com cães e gatos, preparamos este artigo. Acompanhe a leitura!
 

O que é Etologia?

Etologia é uma ciência ampla e multidisciplinar que estuda, fundamentalmente, o comportamento animal, sob a ótica evolucionista, e suas intersecções com o ambiente, com os outros animais e com os seres humanos. Quando fala-se em comportamento animal, estão inseridos nele hábitos alimentares, características relacionadas às formas de agir em determinadas situações, formas de organização e sociabilidade, entre outras.
 

Quais profissionais estão relacionados com a Etologia?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Etologia (SBEt), a área é multiprofissional, com inserção de várias profissões tais como: biólogos, psicólogos, veterinários, zootecnistas, médicos entre outras. No caso da Medicina Veterinária, observa-se uma procura maior por cursos e especializações em Etologia Clínica para que os animais de companhia, principalmente, possam ser atendidos e recebidos com um olhar médico nas clínicas. É uma forma de enriquecer o currículo e expandir a atuação, focando também na solução de problemas psico-emocionais. O conhecimento do comportamento de cães e gatos beneficia e proporciona maior bem-estar para eles e para a convivência com os seres humanos. É uma mão dupla no qual todos os envolvidos ganham em qualidade das relações.
 

Banho e tosa: dicas para quem trabalha com a limpeza dos cachorros

Banho e tosa: dicas para quem trabalha com a limpeza dos cachorros

Por que estudar o comportamento animal?

Buscar pela compreensão de questões e problemas psico-emocionais, que são pano de fundo ou até mesmo protagonistas de certos comportamentos animais, é uma forma de oferecer mais bem-estar e qualidade de vida aos cães e gatos que tem uma relação muito próxima com os seres humanos. O estudo da Etologia possibilita identificar fatores e contextos que desencadeiam certos comportamentos como, por exemplo, o estresse, a depressão e o medo nos animais de companhia e permite que esses distúrbios sejam tratados, controlados e até mesmo erradicados em prol de um melhor viver. Questões relacionadas ao cocô e xixi no lugar certo, o momento do banho e tosa e o uso da coleira também podem ser melhor ensinadas e aprendidas quando a visão do comportamento animal, do processo de aprendizagem e do equilíbrio emocional são incluídos e levados em consideração.
 

Demanda crescente na Medicina Veterinária

Comportamentos problemáticos em cães e gatos e o aumento na demanda por auxílio veterinário para essas questões têm levado os profissionais a procurarem cada vez mais pelo estudo e compreensão de hábitos e costumes desses animais. É sabido que promover o bem-estar emocional dos animais de companhia torna as relações entre os seres, humanos ou não, mais harmoniosas e reduz, consideravelmente, casos de abandono de pets.
 
O Psicologia Animal é um instituto voltado para o bem-estar e, em especial, o comportamento animal. Por meio de sua plataforma digital, pioneira no segmento, promove cursos e outras atividades de ensino e é referência na divulgação, formação, implementação e produção de conhecimento sobre as relações entre seres humanos e os demais animais. As informações divididas aqui foram importantes para você? Então, compartilhe!

4 Comentários

  1. Cristiane Rodrigues Ximenes 1 ano atrás

    Boa noite, sou psicóloga e me interesso pelo curso. Moro em Natal-RN.

  2. Adriana Brigidio 2 anos atrás

    Bom dia,
    Para estudar e atuar com etologia quais são os pre-requisitos? É preciso ser veterinario ou alguma formação especifica?
    Obrigada
    Adriana

    • Psicologia Animal 2 anos atrás

      Adriana,
      Dependendo da área que você deseja trabalhar as exigências são diferentes. Para trabalhar com a Clínica de problemas comportamentais, é preciso ser veterinário. Para trabalhar com Educação Canino não há exigência específica.
      EQUIPE INSPA

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá!
Como podemos te ajudar?