Você tem alguma dúvida? contato@psicologiaanimal.com.br

Meu cachorro come cocô, por quê?

Meu cachorro come cocô, por quê?
23/01/2019 admin

Pode parecer bem estranho e até causar repulsa em nós, seres humanos, mas o fato é que cachorros podem comer suas fezes ou de outros animais por diversas razões em algum momento da vida. Chamado de coprofagia, o ato de ingerir cocô pode ser tanto uma ação natural e pontual quanto algo mais sério, relacionado à saúde física e emocional dos cães. Para esclarecer algumas dúvidas e ajudar os tutores a entenderem melhor esse comportamento do pet, preparamos este artigo. Acompanhe a leitura.

Comer fezes por imitação

Existem muitas teorias sobre o fato de cães comerem fezes. Uma delas defende que o comportamento pode ocorrer pelo fato dos cachorros observarem outros animais ingerindo cocô. Trataria-se, então, de uma reprodução, de uma ação de imitação, como uma forma de curiosidade e experimentação.
 

Por fome ou tédio

Em situações graves de falta de alimento, alguns cachorros podem comer cocô para matar a fome. O olfato aguçado permite que eles reconheçam os nutrientes que ainda podem estar ali. Outro fator que pode desencadear a coprofagia é o tédio. A falta de atividades, passeios e brincadeiras pode ser um gatilho para o animal desenvolver esse estranho hábito.
 

Costume de família

Há uma teoria que defende que a coprofagia é passada de geração para geração. Lobos e coiotes, por exemplo, que são parentes dos cães, comem suas próprias fezes como uma forma de sobrevivência quando a oferta de comida está escassa. O cocô de animais herbívoros (que se alimentam de plantas) é rico em vitamina B e, de acordo com alguns pesquisadores, os lobos, assim como alguns cães, podem ingerir essas fezes em busca da vitamina.
 

Para esconder a prova

Cães que não aprendem onde devem fazer as necessidades e, por isso, sofrem punições ao fazerem no lugar errado podem comer suas fezes para esconder a prova do tutor. Esses animais, que não foram orientados corretamente, agem por medo da punição.
 

Coprofagia Canina: por que meu cachorro come cocô?

Coprofagia Canina: por que meu cachorro come cocô?

Questões de saúde

Como dissemos, o ato de comer cocô pode também indicar algum distúrbio relacionado à saúde física do cachorro. Prejuízo nas funções do pâncreas ou do intestino e anemias graves causadas por parasitas podem ser causas do aparecimento do hábito. Vale ressaltar que é sempre fundamental e indispensável a visita ao médico veterinário, especializado em comportamento animal, em todas as situações para que ele possa avaliar adequadamente cada caso.
 

Curso online – Coprofagia Canina: por que meu cachorro come cocô?

As razões para a coprofagia canina, como a domesticação, a presença de nutrientes nas fezes, ansiedade, tédio e muitas outras, além das formas de prevenção relacionadas ao hábito dos cachorros de ingerir fezes serão abordadas no nosso novo curso online: Coprofagia Canina: por que meu cachorro come cocô? Para que tutores e médicos veterinários possam ajudar e atender esses animais, preparamos um material completo. Acesse o site do Psicologia Animal e faça sua inscrição. As aulas são divididas em módulos e liberadas a partir do encerramento de cada um. Você faz no seu tempo e de onde estiver.
 
As informações foram úteis para você? Lembre-se que o site do Psicologia Animal é um canal voltado ao comportamento animal e fonte de conteúdo para um melhor viver e conviver entre os seres. Compartilhe nas redes sociais e espalhe bem-estar por aí.

4 Comentários

  1. Luciene 3 anos atrás

    Boa noite! Ótimo artigo! Vcs poderiam divulgar os dados da pesquisa que diz acreditar se tratar de um habito ancestral? Obrigada!

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá!
Como podemos te ajudar?